Resposta do McDonald’s sobre o hidróxido de amônia

McDonald’s.Depois da denúncia de que nos EUA estaria sendo usado hidróxido de amônia para reaproveitamente de carnes de segunda nos sanduíches do McDonald’s, o COMER PARA CRESCER entrou em contato com o McDonald’s no Brasil para procurar esclarecer se o mesmo ocorre aqui. Recebemos uma resposta do Diretor de Comunicação Corporativa, Hélio Muniz:

 

E também tivemos acesso à resposta dada nos EUA:

“At McDonald’s, food safety has been and will continue to be a top priority. McDonald’s USA has always used 100% USDA-inspected beef.
Currently, McDonald’s USA does not use ammonia-treated beef in our hamburgers. The decision to discontinue use was not related to any particular event, but rather a result of our efforts to align our standards for beef around the world.
McDonald’s complies with government requirements and food safety regulations. We also have our own food safety measures and standards in place throughout our supply chain to help ensure that we serve safe, high quality food to our customers.”

Todd Bacon, PhD, Senior Director of Quality Systems, Supply Chain Management
McDonald’s USA

Quem for inteligente vai notar que sim, eles admitem que usavam a substância nos EUA. Um absurdo. Quero muito acreditar que no Brasil a vigilância seja mais rigorosa (e por incrível que pareça que é mesmo), o que explica porque lá fora empresas podem tomardecisões que aqui no Brasil não são aceitas, já que a Arcos Dourados deixa a entender que o mesmo não ocorre aqui. Ponto positivo pela rapidez em responder e a vontade de serem transparente. Ponto negativo porque foi uma resposta evasiva.

Continuo a achar que eles fazem a parte deles enquanto NÓS devemos fazer a nossa, como escrevi no post Os Segredos do McDonald’s e O McDonald’s está mais saudável?

beijos

Mônica

17 Comments

  1. Olha, não quero cntradizer a resposta da Rede de alimentos, e nem é essa minha intenção. Mas se Nos Estados Unidos, onde a febrre dessa rede é assustadora, emconsumo fizeram isso, pergunto me e nós, ‘pobres” Países emergentes da américa latina, será que eles da Mc donalds nos temem e respeitam? Acabei de ver na Revista Veja On line um artigo onde uma fotógrafa adquiriu um lanche Mc Feliz, e está a 4 anos com esse lanche ainda intacto, sem deteriorar…Agora resolvem lá fora mudar a receitasomente depois da denuncia? Ah papai noel existe?

  2. Faço minha as palavras de Thomas (não a parte da aparência dos sanduíches, pois não conheço os restaurantes das duas cidades).
    Apenas um comentário. Acredito que entrarmos na cozinha da cada de cada um podemos encontrar substancias, manejos e armazenamentos muito mais prejudiciais.
    Não defendo a cadeia de restaurantes, mas não concordo com ataque generalizado a procura de vilões sobre tudo e todos.

  3. É engraçado como as pessoas precisam de seus vilões. Antigamente eram as nações inimigas, os socialistas, o governo, a ditadura. Hoje em dia são as multinacionais. Parece que a população precisa de alguma coisa para criticar além do racional. Porque a maioria das pessoas, mesmo as que consomem McDonalds tem essa idéia de que o Mc é maligno? elas pensam que eles criam receitas com minhocas, e tudo que faz mal e nos cobram caro por isso por pura maldade e malícia. Depois fazem propagandas “hipocritas” como se fosse a melhor coisa do mundo comer ali. Na verdade não existe essa malícia, como se uma única pessoa controlasse tudo e essa pessoa é maléfica. O McDonalds é uma franquia, cada restaurante tem seu próprio dono, seu próprio gerente, cada país tem sua própria fábrica que produz os ingredientes que são distribuídos, é uma cadeia descentralizada. Porque aconteceu uma coisa ruim em um restaurante uma vez a 10 anos, todos os restaurantes desta marca não prestam? Será que o McDonalds, não utiliza o departamento de pesquisa e desenvolvimento? eles estão sempre desenvolvendo novas receitas, para fazer um produto mais saudável, porque hoje em dia quem dita as regras é o consumidor, e o consumidor está cada vez mais preocupado com sua dieta. Se eles quiserem vender, vão ter que melhorar suas receitas. Mesmo assim todo mundo fala mal do McDonalds porque viu isso ou aquilo na internet ou porque aconteceu não sei o que com um amigo, etc…

    Eu não generalizo mais o McDonalds, no Rio Grande do Sul, os sanduiches são pequenos, caros e feios, nunca é igual aos dos comerciais. Depois que me mudei para Uberlandia-MG eu esperimentei o Mc daqui, é quase igual aos dos comerciais. Grandes, bonitos e bem feitinhos, é muito diferente. Mas é a mesma empresa?? como pode?? Simples, podendo.

  4. Muito obrigado. Desde que assisti o vídeo do Jamie Oliver no assunto fiquei estupefato. E foi mais ou menos a 1 mês quando o Mac anunciou nos EUA que não iria mais usar o “ingrediente” na sua receita. E ficou pro isso. Mas nada de saber do Brasil.

    Fiquei com medo que o episódio da Coca Zero se repetisse neste caso. Só porque o “Brazil” é mais permissivo e ninguém liga para o que os “cucarachos” (nós) comemos ou deixamos de comer.

    Esta era a confirmação que estava procurando.

    Obrigado

  5. Oiee,

    Bom, pelo menos eles deram uma resposta, né?
    Eu tb quero muito acreditar que isto seja verdade, e vcs vão fazer a tal visita?
    Poderiam ir em nome de todas nós para nos contar oq virem por lá, né??

    Muito obrigada por tão rápido e bom trabalho!! Adorei!!

    Bjos,

    Loreta
    @bagagemdemae
    http://www.bagagemdemae.com.br

  6. Eu confesso que adorooo os lanches,e tb que acabamos indo comer lá pela praticidade e pelos brinquedos tb…que mais nos atraí… Mas nunca é tarde para reavaliar nossos hábitos né?! O problema é vc refazer o pensamento na cabeça das crianças de que aquilo não é saudavel e que não nos faz tão bem assim.Posso passar lá só para comprar os brinquedos não é mesmo? Juro que vou tentar…
    Adorei o post!! Muito bom!!
    E vamos ficar de olhooooo nestes fast foods!
    Lindo final de semana para vcs!
    Beijos,Mamãe e Matheus

  7. Levo meus filhos uma vez ao mês sem problemas, porque acredito que a pequena quantidade de sódio e de gordura presentes em UM lanche do Mc Eca nao vai ser prejudicial.

    O que considero muuuito pior é o consumo de REFRIGERANTES. Consegui me livrar do vício dos refrigerantes e 2006 e sempre leio sobre eles.

    Publico às segundas feiras no meu blog sobre alimentação saudável e adorei a iniciativa do Comer para Crescer em busca de informações.

  8. Eu acredito que o Mc Brasil tenha outro controle de qualidade. Bacana a resposta deles. Se puderem repassar o convite, tenho muito interesse de conhecer a Cidade do Alimento. bjs

  9. Interessante que ele marca uma data exata. Parece que ele marca esse dia para trocar todo o processo produtivo para mostrar para os interessados. Gostaria de saber se eles aceitariam uma visita sem agendamento prévio ou com apenas 1 hora de antecedencia.

    1. Oi, Marcelo.
      Então, nenhuma empresa em qualquer lugar do mundo é obrigada a aceitar uma visita que não seja por agentes públicos com algum mandato. Também não acredito que eles possam mudar muito os processos. Já fizemos uma visita dessas e tudo é mecanizado e não há quase nenhum contato de funcionários nos processos. O custo para mudar os processos por conta das visitas externas é alto e como toda empresa capitalista, o Mac tem de dar lucro. Se mudar os processos gera mais prejuízos, não se muda nada.

  10. De tudo isso, eu fico com sua última frase: “eles fazem a parte deles e nós a nossa”, não vou ao McDonald, e enquanto eu puder decidir pelo meu filho, ele também não irá…
    Leia-se McDonald e afins…

    Beijos!

  11. Mônica e Patrícia
    Também falamos sobre o McDonald´s essa semana, mas sob a ótica do consumo e infância. Como algumas pessoas deixaram mensagens no site falando sobre nutrição e mencionando essa notícia, tomei a liberdade de linkar esse post nos comentários da entrevista do McDonald´s para o Mamatraca pois achei pertinente ao assunto.

    Beijos,

    1. Oi, eu fui no ano passado. E relatei tudo nos post Os Segredos do McDonalds, que está linkado nesse post. Dá uma lida…
      beijos

  12. Bem, o Mac dos EUA assume que recorria a esse expediente. Olha a tradução do trecho: “Atualmente, os McDonald-EUA não usa carne bovina tratada com amônia nos nossos hambúrgueres. A decisão de descontinuar o uso não foi relacionado a qualquer evento particular, mas sim um resultado de nossos esforços para alinhar os nossos padrões para a carne de todo o mundo.” Com perdão do palavrão, caraléo! Muito medo dessas comidas industrializadas.
    bjs

Comments are closed.