Cuidado com o sal nas papinhas dos bebês

Ontem minha mãe mandou uma notícia que me deixou boquiaberta: o problema com o excesso de sal começa nas papinhas! Segundo a notícia publicada no Jornal da Fapesp, baseada em uma pesquisa desenvolvida pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e pela Universidade do Estado do Pará (UEPA), em 89,2% das papinhas do grupo socioeconômico mais baixo e 31,7% no mais alto, tinha excesso de sódio. Já falamos aqui, aqui e aqui, porque o excesso de sal (e consequentemente de sódio) faz mal. Por isso, na hora de fazer a papinha ou a comidinha do seu filho, manere. Coloque pouco sal para ele já acostumar o paladar com um gosto diferente, sem ser daquelas pessoas que levam o saleiro para a mesa (o pecado dos pecados!). E se quiser, clique aqui para conhecer sugestões de como usar temperos no lugar do sal.

beijos

Mônica

3 Comments

  1. oláá!! arrasou no blog!! sou ‘nutricionista’ e achei incrível (o pouco que eu vi!), com certeza já esta na minha barra de favoritos! haha Ah! fiz um blog recentemente, dá uma olhada, tbm postei sobre excesso de sal em alimentos industrializados…….. dá uma passada lá!

    Beijos,
    Marina!
    http://yournutritionary.blogspot.com/

    1. Oi, Marina.
      Também adorei o seu blog. Muito bacana o post da caipirinha de saquê (hihi). Adorei o post das trocas, principalmente porque maridão tem colesterol nas alturas, mesmo com exercícios, medicamentos. agora, de tanto eu falar para diminuir a carne vermelha, acho que ele vai levar a sério e cortar uns bifes do cardápio.
      bjs

  2. Eles se acostumam mesmo. Na creche, orientei pra darem as papinhas da emília com zero sal, e ela come tudo. Um dia desses ela rejeitou a papinha em casa, que eu tinha feito com a nossa comida. Tenho quase certeza de que ela achou salgada demais…

Comments are closed.