Como lidar com crianças que se recusam a comer

Crianças que se recusam a comer. Para terminar nossa semana sobre alimentação de bebês de 1 ano, conheça as sugestões do pediatra Jayme Murahovschi para lidar com crianças que se recusam a comer. Parece um pouco radical, e eu, em particular, apesar de gostar muito do dr Jayme, não sei se teria essa paciência de tirar e colocar a criança da mesa. Lembra um pouco o método do livro “Nana Nenê”. Mas sabe, tem gente que fez o tal método e adorou. Afirmam que deu supercerto. Então achei legal compartilhar…

beijos

Mônica

 

crianças que se recusam a comer

10 Comments

  1. minha sobrunha tem 6 anos e se recusa a comer o queposso fazer por que ja fiz varios exames e nao deu nada estamos todos desespersdos nos ajudem

  2. Oiiii…
    Parabéns pelo site, muito interessante…

    Me senti tentado a comentar por causa da questão dos alimentos inovadores:
    Sempre quando eu quero inovar, eu coloco um pouco desta “novidade” no meu prato e falo, “olha, o papai vai comer ______.”, então eu dou uma garfada.

    Geralmente eles não falam nada, então eu digo “É tão gostoso! Quer dividir comigo?”

    Quase sempre a curiosidade deles os trai, e eles acabam comendo rsrsrs

    Espero que seja uma boa idéia

    1. Oi, danilo.
      Esse convite é mesmo tentador. Eu faço isso às vezes. Tem dia que dá certo. Tem dia que não!

  3. ele utiliza um método comportamental. funciona sim mas quem for dar tem que seguir direitinho e não pode esquecer de dar o reforço. bj

  4. Que blog mais fofo! Estava visitando alguns blogs e cheguei até aqui.
    Adorei tudo. Já estou seguindo para conferir os próximos posts. Eu sou mamãe
    de um menino de 1 ano e 4 meses. Visite meu blog e conheça a loja Kids e Cia. Se gostar do meu blog siga também.
    Até breve! Obrigada!

    http://www.vivianeborges.com/

    1. Querida,
      Boa sorteeee! Relaxe. Uma dica? Pegue a máquina fotográfica e registre esse momento: tire fotos suas, do prato, da bebê…
      patricia

  5. Adesivo na borda do prato deve ser adesivo na borda do prato. Colocar uma estrela, um coração no prato ou na mesa, enfim algo que a criança pequena identifique e associe como algo positivo. Mas sei não se é muito pedagógico. Por outro lado, não será para a vida toda, como o aprendizado de hábitos alimentares saudáveis. Então, acho que está tudo bem.
    beijos,
    Patricia

  6. Pode até ser que o doutor esteja certo, mas concordo totalmente que a maioria das mães não terão paciência (nem tempo) para fazer isso. Já se foi a época que a mulher ficava em casa cuidando dos filhos. Então, infelizmente, outras técnicas devem ser criadas. Acredito que, dependendo do caso, agir como os nossos pais possa ser uma boa alternativa. Ou seja, não quer comer naquela hora? Não come. Uma hora a fome bate e daí sim se insiste para comer aquilo que não quis.

Comments are closed.