Comida: são tantas emoções…

Nos últimos quinze dias vivi um momento bastante delicado emocionalmente.  E, sem capacidade para administrar mais nada a não ser eu mesma, liberei geral em casa. Foi um tal de três danoninhos por dia, bolo de chocolate na altura da mão, salgadinhos a toda hora. E muito macarrão!

Gente, foi um estrago!

Essa semana, já mais focada e feliz da vida de novo, decretei segunda feira que tudo ia voltar ao normal. E quem disse que as meninas entraram na minha? De criança que obedecia e comia de tudo, a mais velha agora deu para escolher a comida. Não quer saber de peixe ou arroz. Frango “só se for com casquinha” (leia-se milanesa), sobremesa virou chocolate. Frutas? Só acompanhadas de leite condensado. E a caçula, que não comia nada, descobriu que a vida não é feita de legumes e verduras. Agora só quer saber de macarrão com queijo (vou mandá-la para os EUA).

Ah, e também deram para sentar na mesa e comentar   “só isso de comida???”. Lógico, os porcaritos da semanas anteriores desapareceram…

É pecado mandar os filhos num estágio para descobrirem a variedade culinária da Heliópolis?

COMER PARA CRESCER adverte: abrir concessões demais pode fazer mal à saúde

Por isso, na próxima vez que meu mundo desabar, as crianças vão para a minha mãe…

beijos

Mônica

2 Comments

  1. Oi Monica… desculpa, mas achei o post muito engraçado…. principalmente a parte do vou mandá-la para os EUA…. não é todo mundo que entende esse tipo de piada…..rs…..

  2. Mô,
    Depois da bonança, vem a tempestade. Mas vou contar um segredo: morango aqui em casa só com chantilly, cobertura de morango. Ainda bem que a manga vai pura, assim como a uva, o melão e a melancia.
    De resto, nada como uma semana na linha dura, com pratos saudáveis mas com formato de bichinhos, lembra do seu post?, que elas voltam ao normal.
    E Mac&Cheese, ah, isso é muito bom.
    E espero que seu coração esteja em ordem.
    bjs
    Pat

Comments are closed.