Barbie e como tirar a mamadeira

Como tirar a mamadeira de uma criança? Cometi um ato desaconselhado por dez entre dez especialistas em crianças: fiz uma chantagem com a minha filha. Explico antes de receber as pedradas: Isabella tem quatro anos mas nunca foi muito chegada em bonecas. Até surgir a tal Barbie Mosqueteira. Confesso que eu também gostei dela. A mocinha tem atitude, invadiu áreas até então masculinas, aprendeu a lutar com espadas e, no fim, virou a responsável por proteger e cuidar do Príncipe, em uma genial inversão de papéis! Bem, depois de várias semanas, passeios e propagandas, Isabella mais uma vez pediu a tal, dentro de uma loja de brinquedos. Falei sem pensar: “tudo bem, eu compro, mas você tem de largar a mamadeira”. Ela, animadíssima, topou! E até então – já faz uma semana – cumpre o combinado. E eu resolvi a questão do tirar a mamadeira.

O que acontece ao tirar a mamadeira

Notei que apesar de agora tomar o leite na xícara “da vaquinha”, a quantidade diminuiu bastante. Nada daqueles montes de 250 ml da mamadeira. Conversando com o pediatra Francisco Frederico Neto, do Sírio Libanês, descobri que isso é esperado. “A criança dessa idade já não necessita tanto de leite e sim de outros tipos de alimentos. E os derivados, como o queijo e o iogurte, devem fazer parte da refeição para garantir o cálcio”, explicou ele.Fiquei aliviada.
Nem preciso dizer o quanto andava em pânico com essa história de mamadeira aos quatro anos. Daí minha atitude desesperada. Deve ser genético. Eu só larguei a dita cuja aos cinco! E meu pai (sempre ele), também lançou mão de uma ideia nada politicamente correta: ele oferecia o leite na mamadeira quase sem doce e outra versão na caneca, lotada de açúcar. Adivinha qual eu escolhia? Enfim, certo ou errado eu consegui tirar a mamadeira
beijos

Mônica